Pollyanna defende empreendedorismo feminino para combater a violência e reinserir mulheres no mercado de trabalho

Data: 16 de fevereiro de 2019

 

Uma pesquisa divulgada pela Rede de Mulheres Empreendedoras (RME) no ano passado revelou que 75% das mulheres começaram a empreender após se tornarem mães.

A criação de um Programa de incentivo ao empreendedorismo junto às mulheres paraibanas é uma das bandeiras de luta da deputada estadual Pollyanna Dutra (PSB) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Para ela, o empreendedorismo feminino é uma ferramenta importante na luta contra a violência doméstica e também como forma de inserir ou reinserir as mulheres no mercado de trabalho após a maternidade.

 

Uma pesquisa divulgada pela Rede de Mulheres Empreendedoras (RME) no ano passado revelou que 75% das mulheres começaram a empreender após se tornarem mães.

 

“É preciso um olhar diferenciado para o empreendedorismo feminino. Este tipo de atividade, fomenta a autonomia financeira das mulheres, pode contribuir para reduzir a violência doméstica e fortalece a empregabilidade, já que estudos apontam que mulheres empregam mais mulheres em suas empresas”, comentou.

 

Pollyanna ressaltou que o empreendedorismo aparece como uma necessidade para muitas mulheres após a maternidade. “A pesquisa da Rede de Mulheres Empreendedoras apontou isso. A maior parte das entrevistas disse que a flexibilidade de horários e a possibilidade de ficar mais próximas aos filhos, levaram mais mulheres a seguirem esse caminho”, comentou, relatando que segundo os dados do levantamento, 35% das mulheres empreendem dentro de casa. Os setores mais comuns são alimentação, cosméticos, beleza (cabelereiras) e confecção.

 

‘Spa Empreendedor‘ – Quando prefeita do município de Pombal, Pollyanna desenvolveu o projeto ‘Spa Empreendedor‘. A iniciativa possibilitou a integração de mulheres no mercado de trabalho e ainda contribuiu para reduzir o índice de violência nas famílias.

 

O projeto chegou a vencer o prêmio ‘Sebrae Prefeito Empreendedor‘ na categoria de melhor projeto e possibilitou que as mulheres devolvessem os cartões do Bolsa Família, o que rendeu ao município outra premiação, o ‘Prêmio ODM – Categoria Destaque – Mulheres de Pombal‘.

 

Empreendedorismo feminino – Pesquisa do Sebrae Nacional mostra que a taxa de empreendedorismo feminino entre os novos empreendedores – aqueles que possuem um negócio com até 3,5 anos – é de 15,4%. Enquanto a masculina é de 12,6%. Entre as empresas abertas em 2018, uma pouco mais de 50% foram constituídas por mulheres.

 

Já a pesquisa realizada pela Rede Mulher Empreendedora (RME) fez um estudo com 1.376 mulheres de diferentes regiões do Brasil. O resultado revelou que 85% delas são proprietárias de empresa e 15% pensam em empreender.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  • Pesquisar: