POLÍCIA MILITAR IMPLANTA EM POMBAL A PATRULHA MIRIM SOLIDÁRIA, PROJETO DESTAQUE EM SÃO BENTO

Data: 26 de fevereiro de 2019

 

O Projeto Patrulha Mirim Solidária (P.M.Sol.) que surgiu ano passado na cidade de São Bento, onde ganhou destaque em toda a Paraíba, após uma parceria entre a 3ª Companhia do 12º Batalhão de Polícia Militar e a escola municipal André Pedro, agora será implantado também em Pombal.

Na manhã desta Terça Feira (26 de fevereiro) o idealizador do projeto, Tenente Fernando Galindo, esteve na secretaria Municipal de Educação de Pombal, juntamente com o Comandante da 3 Cia/14 Batalhão, Tenente Sávio Cascudo, onde se reuniu com secretária de Educação, direção da escola Professor Newton Seixas, representante do Tiro de Guerra, professores e pais de alunos para apresentar o projeto que será implantado agora pela Companhia de Pombal.

A princípio o projeto na escola Professor Newton Seixas, iniciará em março e contará com 36 alunos do 4º ao 8º ano, de ambos os sexos, com idades entre 9 e 12 anos e todos devidamente autorizados pelos pais ou responsáveis legais. Durante seis meses, os alunos do projeto terão dois encontros por semana com os policiais militares, no turno diferente do das aulas.

A equipe terá a coordenação do Tenente Cascudo e da diretora Francisca Gleuma, além dos instrutores Soldados Diego e Selismar.

*O Projeto*

O Projeto Patrulha Mirim Solidária (P.M.Sol.) é um programa cívico social tem por objetivo auxiliar o aluno (crianção e/ou adolescente) em situação de vulnerabilidade a ser responsável pelo seu desenvolvimento. Eles recebem instruções sobre vários temas, que envolvem disciplina, ética e outras possibilidades para que possam desenvolver suas potencialidades intelectuais, sociais e afetivas como cidadão responsável, não só na escola, mas em todo o meio social.

Os alunos do programa participam de atividades progressivas, atrativas e recreativas, como jogos, habilidades e técnicas úteis, vida em contato com o meio ambiente, interações com a comunidade e ainda ações de cidadania e viagens para locais específicos. Dentre os princípios abordados pelo programa estão seguir sempre os princípios de Deus, amar e respeitar seus pais e educadores, viver em harmonia amando o seu próximo com a si mesmo, promover a paz, o respeito e a dignidade humana, desviar do caminho da prática de ações negativas, e cultivar as nossas tradições e raízes.

O tenente Fernando Galdino, explica que a Patrulha Mirim Solidária tem o objetivo de educar para a vida. “Buscamos passar lições e noções de preservação do meio ambiente, prática de hábitos saudáveis, educação para o trânsito, patriotismo e civismo. Nossos patrulheiros mirins passam por instruções de ordem unida e participam de ações socioeducativas, a exemplo de palestras, cultivo de plantas, enfim, atividades que estimulam o trabalho em equipe, a disciplina e valorização a cultura da paz, que são valores importantes para levarem durante toda a vida”, destacou.

Ainda de acordo com o comandante da 3ª Companhia do 12º BPM, a frequência à escola e o rendimento escolar dos alunos melhoraram significativamente depois do projeto em São Bento:“Antes tinha aluno que tirava nota 1. Hoje esse aluno está tirando nota 9. A escola apresentava alto índice de violência e até pessoas que não eram alunos, pulavam os muros da escola com a intenção de desviar os alunos do caminho certo; graças ao projeto Patrulha Mirim Solidária, hoje isso não acontece mais. Isso é muito gratificante e de um valor imensurável”.
A formatura da primeira turma em São Bento foi no final de 2018, na qual os 35 patrulheiros mirins receberam prêmios e certificados. Após o sucesso, várias escolas da região solicitaram a presença do projeto e assim a Polícia Militar da Paraíba vai lançando suas sementes preventivas para uma sociedade cada vez melhor.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  • Pesquisar:
  • Enquete

    Quem será o prefeito de POMBAL em 2020?

    Ver resultados

    Carregando ... Carregando ...