No sertão Pb PF deflagra a Operação Lobo no combate ao abuso sexual infantil

Data: 18 de maio de 2023

Policiais Federais cumprem dois Mandados de Busca e Apreensão e um Mandado de Prisão Preventiva, na cidade de Cajazeiras/PB

Patos/PB – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (18/05), a Operação Lobo, para combater crimes sexuais contra crianças na internet. Policiais Federais cumpriram dois Mandados de Busca e Apreensão e um Mandado de Prisão Preventiva, no Município de Cajazeiras/PB, expedidos pela Justiça Federal de Sousa/PB.

As investigações partiram de uma comunicação da Polícia Australiana, que identificou vídeos publicados em fóruns da Darkweb, nos quais um brasileiro aparece abusando sexualmente de uma criança de, aproximadamente, 10 anos de idade.

Com base nessas informações, a Polícia Federal do Brasil, por meio da Força Tarefa de Identificação de Vítimas, coordenada pela Coordenação de Repressão a Crimes Cibernéticos relacionados ao Abuso Sexual Infantojuvenil (CCASI/CGCIBER/DCIBER/PF), conseguiu identificar o suspeito, utilizando-se de modernas técnicas de investigação cibernética e intensiva tecnologia.

O investigado, residente na cidade de Cajazeiras, além de divulgar o vídeo em que abusava sexualmente da menor, solicitou o envio de transferência PIX, para dar continuidade à exploração sexual.

São investigados os crimes de produção de cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente (Art. 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA), venda de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente (Art. 241 do ECA), disponibilização/transmissão/distribuição de cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente (Art. 241-A do ECA), bem como estupro de vulnerável (Art. 217-A do Código Penal – CP). Se condenado, poderá cumprir penas que variam de 19 a 37 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal na Paraíba



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.


  • Pesquisar: