NÃO É O AMOR QUE SUSTENTA O RELACIONAMENTO, É O MODO DE SE RELACIONAR QUE SUSTENTA O AMOR

Data: 11 de janeiro de 2019

 

Amar é tão simples.

As pessoas é que complicam, as pessoas é que idealizam demais e esquecem de viver a realidade que, por mais complicada que possa parecer, continua linda de viver.
As pessoas se esquecem de que o amor precisa ser alimentado não com presentes e jantares caros.
Não, o amor não precisa ser financiado para se manter.
O problema é que as pessoas se esquecem do chocolate favorito quando vão ao mercado.

Se esquecem de que aquela camiseta do Star Wars vai fazer o coração do outro bater mais forte e que o sorriso vai ser desenhado aos poucos em seu rosto como quem diz obrigada.

As pessoas se esquecem da cor favorita, da sobremesa preferida, se esquecem de que um filme de comédia romântica, em um final de tarde no domingo, faz bem.
As pessoas se esquecem de elogiar aquele vestido novo, de dizer o quanto está linda naquele pijama velho que a deixa ainda mais bonita.
As pessoas se esquecem de tirar um tempo de qualidade para escutar o outro.
Não precisa de buquê no trabalho, não precisa levar para jantar em um restaurante caro, não precisa encher de joias, comprar presentes caros.
Não precisa disso para manter a chama do amor acesa. Não é isso que faz pegar fogo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  • Pesquisar: