Governador assinou decreto com promoção funcional para 791 policiais civis durante solenidade na Acadepol nesta segunda-feira

Data: 30 de abril de 2019

 

 

O Governador João Azevedo participou nesta segunda-feira (29), às 10h00, de solenidade na Academia de Polícia Civil da Paraíba (Acadepol), em João Pessoa, onde assinou a promoção funcional de 791 policiais, entre delegados, escrivãs, agentes de investigação e peritos, entre outros profissionais dos quadros da Polícia Civil da Paraíba.

 

 

Ele disse que o governo vem investindo muito em tecnologia e equipamentos, mas o maior investimento que pode haver é no ser humano. “Estou muito feliz em assinar essas promoções porque isso demonstra a importância de investir não somente em tecnologia, mas a preocupação do governo em reconhecer o trabalho e incentivar dos servidores”, destacou.

 

 

Além da promoção funcional, o governador entregou um ônibus equipado para programas de inclusão social e medalhas de reconhecimento a policiais civis por ato de bravura e policiais e profissionais de outras áreas e instituições por relevantes serviços prestados tanto à Polícia, quanto em parceria com a Secretaria de Segurança Pública.

 

 

Para o secretário da Segurança e Defesa Social, Jean Nunes, esse é um momento histórico de valorização da Polícia. “Desde que assumi a pasta da Segurança Pública que tenho recebido o apoio desses bravos policiais civis. O ato de hoje é muito importante para a categoria, pois só demonstra o interesse do governo em investir em segurança pública e valorizar os profissionais da área com o reconhecimento ao nosso trabalho”, destacou.

 

 

O delegado geral Isaías Gualberto também ressaltou a importância das promoções funcionais e disse que se trata de reconhecimento não só do governo, mas de toda a sociedade. “Nosso trabalho vem repercutindo e sendo observado pelo Governo e pela sociedade. Isso fica evidente quando as pessoas procuram a Polícia e são atendidas por profissionais capacitados e cada vez mais em sintonia com a população”, ressaltou.

 

 

Os homenageados

 

Durante a solenidade o governador João Azevedo e o secretário Jean Nunes entregaram a  “Medalha da Polícia Civil do  Estado da Paraíba por Ato de Bravura” os seguintes profissionais: Norival Gomes Portela Filho (Delegado de Policia  Civil), Silvio Bardasson Filho (Delegado de Policia Civil) e José  Augusto de Queiroz (Agente de Investigação).

 

Já a “Medalha Governador Tarcisio de Miranda Burity” , comenda da mais alta distincao da Polícia Civil da Paraiba, por relevantes serviços prestados, foi entregue a André Viana Andrade (Superintendente Regional da Polícia Federal), Carlos Eduardo de Azevedo Lima  (Procurador Chefe do Ministério Público da Paraíba), Irene Marinheiro Jerónimo de Oliveira  (Coordenadora Geral do Centro da Mulher 8 de Março), Lamark Victor Donato (Secretário Executivo  da Sesds), Marcelo Augusto de Araújo Bezerra  (Comandante Geral do Corpo de Bombeiros  Militar), Maria das Dores Farias de Alencar (Escrivã de Policia Civil), Ricardo Sergio de Andrade Machado Junior (Major BM), Rulian Fernandes Viana Junior (Perito Oficial Criminal ) e Sergio Fonseca de Souza (Secretário da Administração Penitenciária).

 

Ônibus e Projeto Criança Cidadã

 

Ainda durante a solenidade foi entregue um ônibus equipado para atender ao Projeto Criança  Cidadã, que é  realizado na Acadepol e atende a mais de 300 criancas carentes.


“Eles estão assistidos por uma equipe multidisciplinar com psicólogos,  assistente social e pedagogas. É uma aquisição muito importante para nossa instituição. “Trata-se de ônibus rodoviário com capacidade para 44 passageiros, climatizado, num valor de R$ 576.800,00. Também foram adquiridos fardamentos para todos os beneficiários. O projeto também prevê curso de teatro e um vídeo institucional, além dos cursos profissionalizantes e das demais aulas na Acadepol”, detalhou o delegado Severiano Pedro, diretor da Acadepol.

 

Como funciona

 

O projeto Criança Cidadã é um projeto de prevenção à violencia realizado pela Polícia Civil numa parceria entre a SESDS  e o Senasp/MJ.  Atende 300 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e que não estejam em conflito com a lei, dos municípios de Bayeux, Santa Rita,  cabedelo e João pessoa. As crianças entre 10 e adolescentes até 16 anos possuem aulas de ética e cidadania, inclusão social, convivência democrática, Direitos Humanos, informática, esportes e oficinas de dança, musica e teatro. Os adolescentes de 16 a 18 anos ao invés de fazer as oficinas de música, dança e teatro, fazem um curso profissionalizante.

Assessoria de Comunicação.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  • Pesquisar:
  • Enquete

    Quem será o prefeito de POMBAL em 2020?

    Ver resultados

    Carregando ... Carregando ...