Pollyanna Dutra repudia retiradas de árvores indiscriminadas no Centro de Pombal

Data: 11 de julho de 2019

Fico muito triste com essa postura da atual administração municipal e me preocupo com as nossas futuras gerações

A Deputada Estadual, e ex-prefeita de Pombal, escreveu na sua rede social a sua indignação a respeito em tese de um crime ambiental praticado pela Prefeitura de Sousa, quando iniciou o corte de várias árvores decenárias nas alamedas e avenidas do Município.

Para justificar o corte destas árvores, a Prefeitura justificou que elas estavam danificando a calçada, causando ondulações e rachaduras, bem como, comprometendo a estrutura física do local. Além disso, eram comuns os acidentes envolvendo pedestres, principalmente pessoas idosas que se desequilibravam com o desnível do piso.

No entanto a Deputado Pollyanna Dutra ressaltou que no próximo dia 21 Pombal fará aniversario de 321 anos de sua Fundação, e 157 anos de Emancipação política, “mas hoje os moradores amanheceram com esse presente: as árvores arrancadas das praças, meio ambiente devastado”.

As árvores reduzem a população sonora, e os ventos mantendo a umidade do ar e chuvas regulares. Elas fornecem a base para produtos como: medicamentos e chás, além de frutas, flores, sementes, fibras, madeiras, látex, resinas e pigmentos. Promovem saúde dos solos, e evitam a erosão com suas raízes. As árvores são fundamentais, sobretudo em nossa região, aonde ajudam a amenizar o clima árido.

– Fico muito triste com essa postura da atual administração municipal e me preocupo com as nossas futuras gerações. Por isso deixo aqui meu repúdio a essa atitude, e minha solidariedade aos moradores de Pombal, expressou a parlamentar.

Em outro momento, a deputada Pollyanna Dutra avisou que colocava-se a disposição para lutar por uma realidade melhor para a cidade de Pombal: “conte comigo” completou.

FONTE: Repórter PB

HASHTAGS: meio ambiente, rede social, crimes, pombal, cidade, municipio



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  • Pesquisar: